Resenha Esquimolândia + entrevista com o autor

   Livro: Esquimolândia

   Número de páginas: 61

   Editora: Chiado Editora

   Onde comprar: Livraria cultura | Wook | Bertrand | Chiado Editora | autor

    Sinopse: Esquimolândia narra as aventuras impossíveis de personagens                       distorcidos em um mundo caótico e sem sentido. Tal qual o mundo que chamamos       de mundo. Porém, Esquimolândia não tem a responsabilidade forçada de ser                 coerente o tempo inteiro, ou em tempo algum. Esquimolândia é um mundo feito sob   medida para quem gosta de viver os exageros   contidos da existência. Ou talvez não     seja nada disso, vai saber.

 


   Bom “Esquimolândia” o livro da nossa primeira parceria… O livro é narrado por um narrador, neste primeiro livro nosso querido narrador conta duas histórias Uma de Danilo e outra de Valter. Danilo está em uma grande batalha com seu irmão acredite o nome dele é este uma batalha para ver quem vira imperador do reino de seus ancestrais e Valter esta na tentativa de resgatar sua casa de um terrível cão de três patas! Imagine você um garotinho lutando contra um cão de três patas que por sinal ainda acredita ser um cavalo! Bom é muito difícil falar do livro sem dar spoiler pois o livro não é muito grosso. O que eu gostei muito foi a forma em que o autor alternava as duas histórias sem nos fazer esquecer do que aconteceu anteriormente  também gostei da forma que ele dividiu os capítulos, eu acho que é um ótimo livro para ler em um final de semana para se desestressar e fica um pouco “fora de órbita” eu recomendo muito esse livro e o autor já me deu uma breve revelada que terá continuidade o que já me fez comemorar! Bom agora vamos a pequena entrevista com o autor:

 1°) O que te expirou a criar o esquimolândia?

  R: Filmes como Star Wars, animês como Pokémon e outros desenhos.   Basicamente filmes e desenhos que e assistia na época. Algumas             matérias que eu tinha na escola, como a Revolução Industrial e               história que meus amigos contavam de coisas que aconteciam nos           bairros onde eles moravam. Eu na verdade misturei tudo isso e dei         meu ponto de vista de todas as coisas que eu absorvia naquela época,     de meus dezesseis anos.

2°) Eu quando abri o seu livro vi que estava escrito coleção viagens na ficção você irá criar toda a coleção ou será outros autores?

R: Sim, Esquimolândia é uma saga de 4 livros. Eu escrevi o segundo um ano após terminar o primeiro, e com intervalos de um ano entre um e outro, escrevi os 4 já. Pensei até em unir todos em um livro só, dividido em 4 partes. Mas apesar de serem livros pequenos, todos possuem uma identidade muito específica. Então achei melhor lançar separadamente. Acredito que o próximo, Emocalipse, sai no final deste ano.

3°) bom como foi publicar um livro com uma editora que vende em muitos países?

R: Na verdade, eu procurei algumas editores, mas não muitas, como deveria. Das poucas que eu enviei o original, a Chiado foi a única que me fez uma proposta. Por um lado, eu fiquei muito animado de publicar através de uma editora que promete levar minha obra para o exterior. Mas para um escritor iniciante, de uma obra pouco conhecida, não sei se isso é uma grande vantagem. O livro está à venda no Brasil e em Portugal, em livrarias online. Mas eu percebo que preciso primeiro focar na minha cidade. Depois começar a divulgar mais focado no Rio de Janeiro e Brasil. E depois em Portugal. Não faço ideia de qual rumo vai tomar os exemplares de Portugal. Acho que publicar através dessa editora é ótimo porque existe essa facilidade de levar o livro para a Europa. Mas isso pode não ser também algo ruim, uma vez que a abrangência gera muita dispersão.

4°) Você já pensou em criar outro livro ou uma saga?

R: Sim. Tenho cerca de 20 projetos literários iniciados e não terminados. Tenho também um livro de contos já pronto, que pretendo publicar depois da série Esquimolândia. E tenho muitas ideias em mente, tanto pra trilogias, como pra livros solo.

5°) Você já teve projetos literários antes de esquimolândia?

R: Não. Apesar de eu sempre gostar de escrever, Esquimolândia foi o primeiro livro que eu realmente levei adiante.

6°) Quem são os escritores que mais te expiram?

R: Equimolândia foi mais influenciado por filmes, séries e histórias adolescentes. Apesar de eu não conhecer na época, Esquimolândia foi muito comparado ao Guia do Mochileiro das Galáxias, de Douglas Adams. Só recentemente eu fui ler os livros dele e percebi que sim, tenho muita semelhança como escritor. Então os escritores que mais tenho como referência são Douglas Adams, Stephen King, Carlos Ruiz Zafón e Machado de Assis. Muito embora em minhas primeiras obras, a influência desses autores incríveis fique pouco evidente.

7°)  você não poderia da uma previnha do seu próximo projeto literário?

R: Claro! Eu aliás adoraria publicar o primeiro capítulo. Mas acho que vai ficar meio vago, porque ainda vou levar quase um ano para publicar, se tudo ocorrer como esperado. Mas o que já posso dizer sobre o próximo trabalho, a sequência de Esquimolândia, é que, assim como o primeiro da série, trará muitas referências à filmes e às coisas que a galera mais jovem curtia em 2008. Tem muita sátira de Harry Potter e ficções fantasiosas. exploro muito a época do Orkut e MSN e os debates sobre os Emos. Acho que além de manter o humor de Esquimolândia, vai ser bastante nostálgico.

Bom isso é só eu agradeço ao autor por ter cedido a entrevista e dado uma previa do segundo livro e também pela parceria 🙂 

Resenha “A maldição do tigre”


Livro: A maldição do tigre

Número de páginas: 352

Editora: Arqueiro

Onde comprar: Saraiva | Submarino | Cultura | Editora Arqueiro |

Sinopse: Kelsey Hayes perdeu os pais recentemente e precisa arranjar um emprego para custear a faculdade. Contratada por um circo, ela é arrebatada pela principal atração: um lindo tigre branco. Kelsey sente uma forte conexão com o misterioso animal de olhos azuis e, tocada por sua solidão, passa a maior parte do seu tempo livre ao lado dele. O que a jovem órfã ainda não sabe é que seu tigre Ren é na verdade Alagan Dhiren Rajaram, um príncipe indiano que foi amaldiçoado por um mago há mais de 300 anos, e que ela pode ser a única pessoa capaz de ajudá-lo a quebrar esse feitiço. Determinada a devolver a Ren sua humanidade, Kelsey embarca em uma perigosa jornada pela Índia, onde enfrenta forças sombrias, criaturas imortais e mundos místicos, tentando decifrar uma antiga profecia. Ao mesmo tempo, se apaixona perdidamente tanto pelo tigre quanto pelo homem.


Bom “A maldição do tigre” eu comprei na bienal da minha cidade e comprei por recomendação de amigos e também pela capa rsrs ele é o primeiro de uma saga até hoje só foi lançado 4 livros da saga e um conto e há rumores que o 5° livro se chamará “O sonho do tigre” mas nunca foi confirmado são apenas rumores de fãs, o livro é mais famoso nos Estados Unidos, mas já esta ficando aqui também para você ter uma noção o livro está em 3° lugar dos mais vendido da editora arqueiro e o livro já faz muito tempo que foi lançado e ainda tá fazendo sucesso. Bom o livro é todo narrado pela Kelsey antes de iniciar a resenha gostaria de corrigir a sinopse que eu peguei da própria editora e que por sinal está errada ela não perdeu os pais recentemente ela era um pouco menor e ela vivia com pais meio que adotivos, o que eu gostei do livro é que ele fala muito sobre a índia tanto nas religiões como em lugares turísticos.

Minha autoria

Outro lado positivo do livro é que a autora nos faz sentir tudo que kelsey sente o que é uma coisa que poucos autores conseguem fazer, eu só li todo o primeiro porque o segundo só li até a metade porque o primeiro livro da autora tava perfeito ela colocou uma pitada de aventura, uma pitada de romance e ficou perfeito, mas já no segundo ela colocou muito romance e pouca aventura o que me fez não gostar, mas a mesma pessoa que me recomendou a saga também concordou com a minha opinião, mas falou que a partir do terceiro livro da saga ele ja volta a ser perfeito então vou comprar o segundo e ler.

Minha autoria 2

Uma coisa muito importante sobre os livros é que você tem ler ele todo principalmente o epílogo que muita gente pula mas também as profecias pois dão muitas pistas no livro tem até poemas o que é muito interessante você vai amar os personagens, pois eles são bens construídos e tal…

Minha autoria 3

O que eu também gostei é o belo trabalho da editora tanto na tradução, na capa, e tudo mais, mas o que eu mais me apaixonei foi a parte em que eles descrevem a autora o que eu achei demais olha ai abaixo:

Minha autoria

Bom isso é só eu recomendo muito esse livro apesar de ser mais feminino, e agradeço a editora por publicar um livro tão perfeito como esse também agradeço a autora por criar o livro, bom desta vez não vou prometer nenhuma resenha mas posso garantir que teremos a resenha de um autor parceiro 🙂

Nota: 5/5 

                                             (Imagens de minha autoria direitos reservados.)

Resenha “O futuro de nós dois”

o-futuro-de-nós-dois


  Titulo: O futuro de nós dois

  Numero de páginas: 384

  Editora: Galera record

  Onde comprar: Saraiva | Submarino | Livraria cultura | Galera record |

  Sinopse do livro: Em O futuro de nós dois, de Jay AsherCarolyn      Mackler publicado pela Galera Record, estamos em 1996 e Emma acaba de  ganhar um computador de presente do seu pai. Josh, seu vizinho e melhor  amigo até um tempo atrás, a presenteia com um CD-ROOM da Aol para que ela  possa instalar no computador novo. O que ela não imaginava é que ao instalar o  programa ela se conectaria ao Facebook e ao seu futuro em quinze anos.


 Bom Pela sinopse do livro a gente já tem uma perspectiva do que se trata o livro mas eu vou explicar do meu jeito… Bom imagine o ano de 1996 o ano que lançava o novo Windows 95, Emma vivia com sua mãe e seu padrasto, seus pais são separados e seu pai já tem digamos que uma nova “família” então ele é daquele tipo de pai que digamos que “compra” o filho, então ela acaba de receber um computador novo e moderno naquela época e ainda com o Windows 95! Mas aquele presente não foi por nada… Foi como uma desculpa por ter deixado ela com sua mãe criando uma família nova, enquanto ela configura o seu novo computador sua mãe grita dizendo que é Josh seu antigo amigo, a amizade deles tinha meio que acabado em novembro do ano anterior não vou contar porque tem gente que considera isso como spoiler, mas tanto ela como ele falam isso no livro. Josh chega com um CD-ROM chamado AOL é tipo o hotmail misturado com o antigo MSN, nesse CD ela encontra um link chamado facebook e pela curiosidade ela abre e vê uma página diferente como um álbum de fotos e logo vê seu nome no topo e logo clica e repara que é ela no futuro, 15 anos depois mais precisamente. No começo eles pensam que é uma pegadinha mas ao passar do tempo eles vêem que é mesmo verdade, mas Emma descobre que alguns de seus maridos não são os que ela mais desejava… O que será que acontece nessa bela história? Você descobre se ler avá! Bom, agora vamos para o que eu achei do livro:

o-futuro-de-nós-dois (1)

 Bom, eu vi esse livro quando eu baixei o aplicativo wattpad (um ótimo aplicativo de livros é como o issuu só que sem folhear as páginas) e eu estava digamos que entediado na madrugada e gostei da sinopse mas não criei muita perspectiva só li por ler mesmo mas assim que comecei a ler eu me animei pelo fato dele ser dividido os capítulos entre Josh e Emma o que eu adoro em livros pois gosto de ver a opinião de todos os personagens que da um gostinho de quero mais :3 a leitura de cada um deles é em primeira pessoa. Recomendo muito esse livro… Bom antes de me despedi de vocês queria informa – los que nossa próxima resenha provavelmente será “A maldição do tigre” que está despertando muitos fãs 🙂

Nota do livro: 5/5

Extra: Aqui em baixo vai o kit que a galera record mandou para os parceiro no ano do lançamento do livro infelizmente não tenho, mas se alguém poder me enviar ou até mesmo a editora eu estou aceitando e se poder o marcador também 🙂P1010001

(Imagens retiradas da internet direito reservado aos seus autores.)